quinta-feira, 20 de novembro de 2008

O aniversário do nosso fim


Faz dois anos. E eu ainda me lembro de tudo. Vividamente. Dos momentos bons. Dos momentos ruins.

Faz dois anos. E eu ainda penso em você. Às vezes. Lembro para odiá-lo, lembro para perdoá-lo. Lembro pra lembrar que é melhor assim.

Faz dois anos que eu sou melhor sem você. Mais do que você poderia imaginar. Mais do que eu poderia imaginar.

Faz dois anos que eu vivi o maior amor da minha vida. E o pior.

Faz dois anos. E eu confesso que não foi fácil te esquecer. Não foi fácil deixar pra trás.

Faz dois anos que eu aprendi a não te amar. Primeiro eu aprendi a te amar pouco, bem pouquinho. Aprendi a te amar em silêncio. E depois ficou mais fácil não te amar. E eu não te amo faz exatamente dois anos.

E eu não te odeio. Embora tenha todos os motivos pra isso. E você sabe. E eu sei que você se lembra muito bem do que eu estou falando. Porque eu não te amo, mas eu também nunca esqueci os pedaços do meu coração que você arrancou quando eu te amava.

E eu não te perdôo. Não te perdôo por ter posto tudo no lixo tão estupidamente. Eu nunca perdoarei sua estupidez. Eu não te perdôo mesmo você tendo pedido meu perdão. Mesmo você mostrando arrependimento, eu não te perdôo. Porque não foi apenas nosso relacionamento que foi jogado fora. Foi junto com ele uma parte de mim. A parte romântica, a parte pura. E eu não te perdoarei porque eu não consigo perdoar a mim mesma por ter posto tanto em jogo e ter perdido tudo.

Faz dois anos. E as palavras ainda saem. As histórias ainda perambulam por aí.

E continua fazendo dois anos. E farão três. E farão quatro. E farão 50.

E eu continuarei contando.

Um comentário:

Jamila disse...

"Faz dois anos. E as palavras ainda saem. As histórias ainda perambulam por aí."

Hehehe... e como!!!

Aniversário de desnamoro é tão bom, né?! A gente lembra da idiotice do cara e pensa "Graças a Deus acabou"!!!

Beijos amore!!!!
A
M
O

T
U
!