domingo, 7 de dezembro de 2008

Falta um mês pra eu te achar um imbecil.




Um mês já foi e aos poucos eu vou te achando mais chato, aos poucos você vai perdendo a graça. Quando completar dois meses eu vou te achar um idiota. E um pouco antes do nosso aniversário de três meses eu vou desaparecer. Eu vou sumir. Porque provavelmente depois de te achar um imbecil eu vou ficar de saco cheio e pegar nojo da tua cara.

Então falta um mês pra eu te achar um imbecil e mais algumas semanas pra eu enjoar da tua cara.

Não me entenda mal, você pode ser o cara mais legal do mundo, mas serei sincera: é exatamente isso que vai acontecer. Nesta mesma ordem.

E em nome da ordem cronológica dos fatos hoje é o dia que eu percebo o encantamento do início escapar. E vou sentindo aos poucos que daqui pra frente você está fadado a ser apenas mais um. Eu não posso evitar. É assim que vai ser, porque é assim sempre.

Eu vou cansar de você. E quando cansar eu vou chorar porque no fundo eu só queria alguém de quem eu nunca cansasse. No fundo eu só queria alguém que mudasse os fatos, virasse tudo do avesso.

Falta um mês pra eu te achar um imbecil. Um mês e algumas semanas. E você será só mais um idiota com o nome riscado na minha agenda velha.

Um comentário:

Jamila disse...

e acabou achando mesmo...