terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Tudo o que eu nunca vou perguntar e que você nunca vai responder


Quem você vê quando olha pro lado? Até onde teus olhos te levam e até que ponto eles te enganam? Quem você enxerga quando me olhas nos olhos? Quem você vê? Ou nem vê? O que acontece quando você pára pra prestar atenção no que se passa aí dentro? O que você sente e como você aceita o que sente? Se sente alguma coisa. O que você pensa de tudo isso? O que você não pensa? Ou nem pára pra pensar?

Quem você enxerga além de uma garota com um nome comum aí do seu lado? É alguém importante? Relevante? Ou é apenas alguém? Quem ela é? E quem é você quando ela está por perto? Que coisas ela te traz, te ensina, te irrita, te intriga? Que coisas ela te faz imaginar? Loucuras? Romance? Drama? Comédia? O que ela te lembra quando te olha? Ou você não se permite viajar?

Quem você vê quando olha pra cima, quando olha pra baixo? Quem te tira do chão? Quem te deixa cair? Quem você vê quando se olha no espelho? Ou você nem se olha? Ou se olha tão rápido que nem dá tempo de realmente se enxergar? Quem você quer ser nesse mundo? No seu, no dela. Ou você nunca pensou seu papel no mundo de outros? E o que você espera dos outros? Seja sincero e me diga se enxerga alguma coisa além do próprio umbigo. Ou nunca enxergou?

Afinal, quem você vê quando olha pro lado? Não esse, o outro. É, esse lado onde eu me encontro.

7 comentários:

Dário Souza disse...

Que lindo.Chega deu vontade de mandar pra minha namorada...

Newton Flamarion disse...

Pow legal mesmo

Cássia Barbosa disse...

Ain achei Mara... hahahahahahahaa
Passe no meu depois.

http://www.porta-joias.blogspot.com/

André disse...

enxergo bem mais que voce imagina. voce é pelotense e publicitaria...hum...
neurose é uma doença muito grave e voce sabe disso!
abraços!

Brunín...® disse...

É pra responder tudo? Bem, começando... ah, deixa pra lá =D

Gostei muito do texto! Ele é mara mesmo (se fosse no msn, o mara seria um emoticon do seu ladir, mas dexa pra lá...)! Bem bonito mesmo!

Valeu pela visita lá no memórias! O frango agradece

Manoel Jesus disse...

Oi, que bom que tenhas gostado. Achei muito interessante o teu blog, quando crescer quero fazer um assim! Porque o meu é bem de professor: comportadinho. Mas eu chegou lá. Carinhoso abraço e um bom Natal.

Gerlaine disse...

Simplesmente lindo.
Acho que deveríamos fazer essas perguntas com mais frequência, tanto para nós mesmos quanto para os que estão a nossa volta...