terça-feira, 27 de janeiro de 2009

eu sigo mascando coisas doces pra esconder que você me deixou azeda por dentro


Dessa vez não é tão doloroso. Embora doa pra cacete. Não é tão exageradamente triste. Tão fim de mundo. Dessa vez não existirão sessões deprê com músicas de cortar os pulsos tocando a todo volume. Nem noites em claro em pleno escuro. O fim será iminente, claro e curto. Será mais um fim entre tantos outros.

Pensar que este fim é diferente porque é com você pode até afetar algumas partes já dormentes do meu corpo, mas eu limito pensamentos, faço média na frente do espelho. E esse fim passa rasante, impune, com o mesmo gosto azedo dos outros, mas com uma única diferença: dessa vez eu estou pouco me lixando.

Chega de remoer a amargura dos términos de coisas que nem mesmo tiveram um começo. De coisas que não sei definir. Prefiro me entupir de Mentos de frutas vermelhas. E sai o amargo real, entra o doce artificial. Quase igual ao que era você antes desse fim previsível. Tão previsível que nem deu tempo de chorar.

Dessa vez o fim foi tão, mas tão previsível que não dá nem pra te odiar. E eu não odeio. Eu só odeio a mim mesma porque eu sabia que não daria certo. Eu sabia. E agora embora doa um pouquinho eu me recuso a sofrer. E me recuso porque sofrer por você seria banal demais. Não que você não mereça ter alguém que sofra por você. Só não merece a mim. Não eu.

Achei que tinha começado o ano tão bem, tão centrada e feliz. E agora caminho a esmo tentando lembrar onde eu enfiei toda essa alegria que era tão alegre que explodia. Já nem sei. E caminho passos lentos e sem vontade. Nem sei pra onde. Sei apenas que é o fim. Aquele, previsível. O fim que eu sabia que chegaria, só não sabia que seria tão cedo.

E eu sigo mascando coisas doces pra esconder que você me deixou azeda por dentro. Até repunar.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Selo “Olha Que Blog Maneiro”


Para agradecer Érika por me premiar com este selo aí, e também o segundo selo do meme, vou repassar a brincadeira do primeiro.

Antes de mais nada, aí vai o blog dela pro pessoal conferir:
http://atitudeirevir.blogspot.com/


Já teve curiosidade de ver sua caricatura?


1- Exiba a imagem do selo “Olha Que Blog Maneiro” Que vc acabou de ganhar!!!

2- Poste o link do blog que te indicou.(muito importante!!!)

3- Indique 10 blogs de sua preferência.

4- Avise seus indicados.

5- Publique as regras.

6- Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.

7- Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para vericação. Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B.



Como tenho que indicar 10 blogs, ai vai uma lista:











sábado, 17 de janeiro de 2009

Eterna Turma C


Algumas coisas são eternas. Alguns laços nunca se desfazem completamente. Várias pessoas passam por nossa vida deixando marcas. Algumas ficam. Algumas se vão. E algumas vão, mas nunca realmente nos deixam. São vidas que se cruzam, que se entrelaçam de tal forma que é quase impossível ficar muito tempo longe. Pessoas que fazem falta.

E existe essa turma. Uma turma sem igual, única, forte, indescritivelmente unida. Uma turma que desde o início mostrou-se diferente das outras. Peculiar e de personalidade forte, assim como todas as pessoas que dela fazem parte. Uma turma que se define por uma única letra: C. A Eterna Turma C.

Juntos desde os primórdios tempos do colégio. Uns juntos desde os 4 anos, outros que foram aos poucos entrando, mas todos igualmente importantes. Foi no nosso querido Colégio Municipal Pelotense que nossas vidas se cruzaram, amizades foram feitas, desfeitas, refeitas, e onde grupinhos foram criados.Muitas foram as brigas, rixas, discussões. Muitos foram os desentendimentos, as gozações e diferenças. Mas, ao mesmo tempo, desenvolvemos um sentimento de complacência, nos apoiamos – “ninguém deda ninguém” -, todo mundo está junto. E caminhamos junto a jornada escolar.
Já faz tempo, mas em nossas memórias a turma C é sempre lembrada com carinho. Qualquer outra turma se dispersaria com o passar do tempo. Cada um vai tomando um caminho diferente, o contado diminui até não existir mais. Nós não. Cada um foi em busca de seus sonhos, mas o carinho pela turma fez com que o contato nunca morresse.
Nossas reuniões são sempre cheias de história pra contar. Risadas, fotografias, quando estamos juntos tudo é alegria! Nós somos quem somos, cheios de semelhanças, cheios de diferenças. E é isso que nos completa, que nos torna a bela turma que fomos e sempre seremos. A gente pode até tentar explicar essa relação que temos, mas quem é de fora nunca entende nosso elo, mas nós nos entendemos, e isto basta.
E dedico este post hoje a eles. Eternos Gatos Pelados. A turma que nunca deixará de ser turma. Estaremos sempre juntos, desde reuniões em pizzarias, aqui em casa, ou invadindo o colégio às duas da manhã para tirar fotos – foi como essa foto foi tirada.

meme

Como fui indicada nessa brincadeirinha duas vezes, uma por Mali e outra por Loli, resolvi fazer hehehe

As regras são:

1. Linkar a pessoa que te indicou;

2. Escrever as regras do meme em seu blog;

3. Contar 6 coisas aleatórias sobre você;

4. Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post;

5. Deixe a pessoa saber que você o indicou, deixando um comentário para ela;

6. Deixe os indicados saberem quando você publicar seu post.

--

6 coisas aleatórias sobre mim.

1- Tenho aracnofobia.

2- Tenho também uma paixão louca por livros, a primeira coisa que faço quando abro um é cheirá-lo. Coisa boa cheirinho de livro novo!

3- Tocava violão, mas faz anos que não toco no coitado.

4- Não tenho aptidão alguma para esportes. No colégio, educação física era para mim o mesmo que tortura. E eu não estou exagerando. Eu amava era o Ballet. Dancei dez anos.

5- Eu penso demais. Analiso demais. Para tudo que acontece eu tenho que elaborar razões, tentar decifrar seus significados. Eu tenho uma constante necessidade de entender tudo que acontece ao meu redor. Obviamente, eu normalmente falho.

6- Estou começando a achar que talvez eu esteja me apaixonando.

--

Minhas indicações:

Minha Marida, a mujer da minha vida hehe, Ari.
Minha BFF, Jamila.
Luh, pra ver se ela atualiza aquele blog de uma vez.
A querida Gerlaine que sempre passa por aqui. E Leire também.
E na falta de um sexto blog vai o fotolog da Kita mermo. ehaehaehaeh

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

feito louca querendo como se querer adiantasse alguma coisa


Eu quero um homem interessante. Alguém que tenha algo a dizer. E que fale – cansei daqueles que só sabem latir.

Quero um homem que me faça rir. Mas que não seja idiota. Eu quero alguém com um humor inteligente, quase sagaz. Mas que saiba a hora de fazer piada e a hora de ser sério. Não tem nada mais broxante do que aqueles caras sem noção que levam tudo constantemente na brincadeira.

Eu quero um homem que me olhe nos olhos e que coloque mão na minha nuca quando me beija. Quero alguém que consiga me arrepiar os pelinhos do braço.

E eu quero um homem que não tenha medo de ser carinhoso comigo na frente dos seus amigos. E que aguente e leve na esportiva as piadinhas que disso resultarão.

Quero alguém que roube beijos, carinhos, que roube o meu coração. E eu quero que ele saiba fazer isso de mansinho e da forma mais sutil possível.

Eu quero alguém que me desafie, que me complete e que seja aquele pedacinho que faltava do quebra-cabeça que é o meu peito.

Eu quero alguém que abra um sorriso quando me vê e que sinta minha falta.

Eu quero um homem que me provoque, mas que nunca, nunca me ridicularize. Eu quero um homem que não se sinta menos homem por me amar.

Quero alguém que me ame. Sem muitas racionalizações, sem medos. Que me ame apenas. E que seja meu sem ser metade. Eu quero alguém que se sinta inteiro ao lado de uma mulher inteira, somando dois. Dois que se amam, se encaixam que nem pecinhas de quebra-cabeça. E que a figura que elas formem seja a mesma.