terça-feira, 14 de abril de 2009

It takes two to love...



Ultimamente tenho acompanhado as experiências completamente opostas de duas amigas. Uma, recém solteira, que resolveu que o negócio é ser “macho” e tratar os homens na mesma moeda. Outra, que está redescobrindo o amor e todo aquele “estar apaixonada”.

Enquanto a primeira chuta o pau da barraca e resolve ser de pedra pra não se machucar mais, a outra se derrete com as declarações apaixonadas do seu mais novo amor. Eu, que fico sabendo de tudo o que acontece com estas duas, acabo achando divertido. Uma que diz “trepada” e outra que diz “fazer amor”.

Aliás, eu super prefiro o segundo termo ao primeiro. Embora o segundo seja meio brega, o outro é vulgar, mas tudo bem. Meu amor por vocês continua incondicional, tá?

Aí vem a primeira e me diz que se homem fala, se homem faz, ela também pode fazer. Que ela está cansada de ser tratada como objeto e resolveu virar o jogo: agora é ela quem faz os caras de objeto. Faz o que quer fazer e manda pra casa. O coração dessa minha amiga virou central de disque-pizza, onde as pizzas são os homens , e ela a cliente VIP.

E vem a segunda amiga e diz que está se sentindo tão nas nuvens que ela tem até medo de contar como anda a relação nova, pra não parecer chata. Foi tudo tão rápido, tão avassalador, que está batendo até uma sensação de “isso está acontecendo mesmo ou é sonho?”. Paixonite aguda daquelas bem melosas. No meio de um assunto totalmente não relacionado ela acaba largando, “ai, to amando”.

No meio de tudo isso, desses dois momentos tão distintos, eu fico me pergunto onde será que eu me encontro? Qual o meu momento?

Não, definitivamente eu não estou “macho”. Sei lá, vai ver até deveria, mas não estou. E também não estou suspirando sozinha pelos cantos. Pelo menos não com essa intensidade toda. Ai, que triste, odeio ficar no meio termo.

Odeio meio termos, gente. Odeio coisas mornas. E vejam só, cá estou eu: morninha. Eu sempre fui muito intensa, mas chega um ponto em que não dá pra manter a chama acesa sozinha. A outra pessoa também tem de estar disposta pra coisa. E eu não quero disque-pizza, eu quero me perguntar “isso está mesmo acontecendo ou é sonho?”.

Das duas, uma: ou o negócio esfria de vez ou... Alguém me joga um balde de água quente na cabeça, faz o favor?

11 comentários:

nomeiodoassunto disse...

Olá chará,
vi sua entrevista no blog na Mira e gostei bastante e vim ver o seu espaço, super legal também.
Tem várias pessoas que passa muito tempo nesse meio termo. Fica feliz, melhor pra você essa situação: nem leva uma queda ao cair as suas expectativas de um super amor e nem se arrepende de tanto ter sido duro com os outros e você mesma. Parabéns pelo blog, muito sucesso.
Dennisy (mesmo som do seu nome, só muda a escrita)

Franciele Schaefer disse...

Ah! Como eu adoro o "Na Mira".
Descobri teu blog, e nossa, adorei.
Escreves de um jeito muito legal: Com clareza, sem difíceis interpretações e super bem elaborado.

A-D-O-R-E-I

Tô seguindo, já!
Voltarei pra conferir mais das tuas obras!
Beijo!

Jamila disse...

Taí mais um texto brilhante!
Início de namoro, amor correspondido, coisa boa. Adoro romantismos.
Trepada (como diz tua amiga) sem compromisso quando solteira, coisa boa também. Adoro liberdade.
O importante é estar feliz!
Beijos...
Amo-te demais da conta.

triice mayumi disse...

Na minha opnião você esta na fase "amiga conselheira, se vier garotos, tudo bem, se não vier, eu me arrumo"
Nenhuma fase é ruim! Uma de suas amigas tem medo de acordar de repente e a outra no fundo está totalmente decepcionada!
Aproveite enquanto você esta emocionalmente bem! Um dia, você fica que nem elas, garanto! ;)
beijos...
http://justusandme.blogspot.com/

Denny disse...

Olha só, eu já tomei umas boas nessa vida, mas nunca quis "lutar" de igual pra igual com os homens. Ateh pq mulher tem seu jeitinho todo especial, e mudar não tem graça, ahahaha... E eu sempre fui toda apaixonadona, desse o que desse, ahahaha...

Mas deve ser divertido ficar olhando. E olha, às vezes ficar morna é apenas a preparação para algo avassalador. Vai por mim...


Beeeeeejo!


FUIZ...

Dérick disse...

Denise Denise Denise , seus textos são tão bons que fico até sem palavras.. EHIEHIUHEIUHEUIHUEUEHEIU..o que posso dizer? perfeito? sei lá!
só sei que você é fera.. haha

beeeijos!

Ingrid disse...

Relaxaaaa friend, eu estou dentro de um freezer se quiser te dou o endereço, aqui tem computador e café gelado, sabe como é né kkkkkkk
Longe das brincadeiras, realmente tem momentos que parece que nunca vão passar ou nunca vão acontecer com a gente, eu por exemplo vejo todas as minhas amigas desencalharem e eu continuo aqui dentro do me freezer. Já estou te seguindo no twitter também, eu fiz esses dias e aprendi mais ou menos como funciona la, qualquer coisa só deixar um recadinho =]. E tenho que comentar nooooooovamente, o blog é maravilhoso, seus textos perfeitoooos, adoro vir aqui!

carla m. disse...

Eu já passei por todas as três fases e agora estou em outra completamente diferente. Explic, estou naquela fase emq ue essas coisas não importam, elas simplesmente acontecem. A gente não busca, não sonha e aí fica mais surpreendente ainda. E olha, cada dia gosto mais disso.

Abraço e adorei teu blog!

dOce De LeiTe grrrl disse...

Escrevi meu coment, acabou a energia :(
Gostei do seu blog, sinto que to morna também, namoro há 3 anos e vão acontecendo tantas coisas que tudo vai ficando cada vez mais sem sentido...
Queria saber como você conseguiu mudar o texto dos comentários para 'mara'
beijos
:*

Peter disse...

Bom, vamos aos palpitenhos..uahuha

1° lugar que o que foi akilo de dá-lhe grêmio srta Denise?
Num tem nada de grêmio não viu.. é São Paulo! Tricolor PAULISTA..tri mundial, hexa brasileiro e tals..vc ja sabe qual eh..uahuhauha

Bom então, vamos às polêmicas!
Mew, essa de "os homens são maus e as meninas boazinhas" é totalmente ridículo..
Tá que em muitas vezes elas tão certas mesmo e os caras são bem babacas mas muitas vezes não!
Não adianta falar que quer principe encantado porque todos nós sabemos que quando ele chega vocês jogam fora que nem lixo..[tá eu to julgando agora..foi mals]
Mas é que eu passei por isso um zilhão de vezes..sempre fui super legal, NUNCA traí ninguém e me dei mal na maioria das vezes..gostava da garota pra no fim ela escolher akele fdp que só pisa na bola..
Daí resolvi chutar o balde, mas voltei atrás
Não adianta NADA eu tentar mudar quem eu sou por causa de gente que num merece, que num dá o menor valor pra pessoas como eu.
Daí fikei correndo atrás mó tempo com varios rolinhos desses de ficar "morno"..depois aconteceu.
Até que enfim, alguém que valoriza master td que eu faço e tals..mó bênção mew.. uahuhaa

Nossa isso gera assunto pra blog mesmo..escrevi um livro aki..
to ligado q vc num vai nem ler..uahuhaha

Bjuuuuuxxxxxx

Anônimo disse...

linda... tu me deu um presente de aniversário que eu não tava esperando! confesso q fiquei surpreso, mas também mto satisfeito. beijos, te ligo amanhã...
;)