domingo, 12 de abril de 2009

Sexta-feira Santa foi dia de... Festa!



Dia de reunir as amigas, beber, jogar conversa fora e rir até doer a barriga. Dia de falar mal dos homens, e concluir que eis aí um mal necessário. A gente se arruma, se perfuma e depois de duas garrafas de vinho resolve que legal mesmo seria ir naquele Pub que toca rock a noite inteira. Pega bolsa, pega dinheiro, retoca o batom. E lá vamos nós badalar e beber mais um pouco, e rir ainda mais.

Normal de Pub bom é fila pra entrar então lá vamos nós pra fila. E minha amiga flerta com o carinha que fica na porta só porque ela não tem nada pra fazer enquanto espera. Quando entramos, a música está boa e a noite parece promissora: nem muito cheio, nem vazio, dá pra caminhar sem ter que se espremer entre as pessoas. O que é sempre ótimo pra nós que precisamos ir ao banheiro com certa frequência depois de algumas cervejas no corpo.

E a cerveja rolou solta, e o papo seguiu solto. Várias fotos e risadas. E a gente flertou com o garçom porque não tínhamos nada pra fazer mesmo, e a gente já o conhecia mesmo, dá nada. Diz que ele tem a bunda bonitinha e pede pra dar uma voltinha. Mas ó, já avisei as meninas: nada de dar em cima de verdade. O garçom é ex ficante meu, e eu não libero meu restinho fácil. Só se rolar intenção séria.

Cerveja ainda rolando solta e olha lá minha outra amiga em altos papos com um cara. E mais outra com outro. Éramos cinco, restou eu mais duas na rodinha. Bora sentar um pouco então enquanto as outras duas se arranjam. E no que a gente senta opa, olha ali, tem carinha cuidando. Tá olhando pra quem? “Pra ti, amiga”. “Não, acho que é pra ti, ein?”. Era pra mim.

Papo vai papo vem. Ele é legal, e o amigo a tiracolo também. Olha, dá até pra considerar. Se bem que nessa luz não dá pra ver direito, muita calma nessa hora. E como eu não gosto de ficar com gente que nunca vi na vida antes, vamos ficar só no papo, quem sabe não sai daí uma amizade. Festa acaba e uma amiga some com seu ficante, a outra volta de sua ficada, e restam nós quatro e os dois carinhas na festa.

Vambora? Vamos. Olha que fofo, eles oferecem carona. E nós, meninas não motorizadas que somos, aceitamos. E nos deixam em casa direitinho, olha que fofo de novo. Taí um rapaz que merece meu telefone. Engraçado que durante todo o tempo que conversamos até o momento em que gravava o número dele no meu celular, aquele desgraçado do Estranho (melhor manter no codinome) pipocava na minha cabeça sem parar.

Daí eu penso: mas eu to solteira, não devo nada a ninguém, que mal tem? Mal mesmo não tem. Tem é esse coração ridículo que se apega a algo que nem palpável é. E depois ainda acha que tem razão. Desgraçado (do coração).

17 comentários:

Jamila disse...

Batom?! Bolsa?! Dinheiro!?
Que tal cara lavada, sacola, mochila e caixa eletrônico por culpa do taxista?! xD
Que história é essa de flertar com carinha da porta e com o garçom!? Eu, hein oO Medo extremo de vocês!
E rolou também de duas quase pegarem o mesmo cara, né!? Amigas são para isso =P
E o carinha do telefone... Bem, isso é assunto para outro post! Mas são fofos, sim!
Beijos

..::Denny::.. disse...

e Pensudinha de tênis HIUAHEUAH mas o que não é glam a gente oculta, amiga, ficadica ehiauhe

Jamila disse...

Mas tu vê... mesmo mulambentinhas, todas conseguiram uns carinhas fofos! Essas são as minhas gurias!!! \o/

Jordan Romano disse...

Mas tu vê só! heawuhaweu
eusouintrometido.com
Beijos

Malabarista de Palavras disse...

ai ai ai viu marida!!!humpf!
dps quero saber dessa história direitinho!!!!
coração é fogo, quando ele teima em gostar de alguém..

Ivan Lopes disse...

FIcou legal os comentários...
Sou o do telefone...o da carona e por tabela sou fofo :)
Quanta gentileza!
Beijos

luiz disse...

rsrs
eu gostei muito^^
axei bem legal

se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

Ingrid disse...

Aii adorei seu blog, muito sério, eu sempre fico visitando os outros blogs la do comente acima pra conhecer mesmo e não comento em nenhum se não gostar. Adoro blog pessoal, histórinhas de final de semana, amigos e etc. É isso ganhou umas seguidora =D

Eu amo a E.Y. disse...

Fiquei até com pena do cara, todo gentil e atencioso, bem que ele merecia mais do que ficar no 0x0 (risos)

Beijos!

Peter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Peter disse...

Mtu legal como sempre...certíssima guria, nada de ficar logo de cara não... ja penso se é algum psicopata de filme americano?..sai fora..uhauhahua

Mew, é isso aí..continue escrevendo.. mas..e o estranho?
Ah..melhor deixar ele pra lá..
Bjux

Dérick disse...

Pegando carona assim com estranhos? rs ..da nada né ;x
se reunem pra falar mal dos homens e no final das contas..não vivem sem nós né dona Denise..rs

..::Denny::.. disse...

Dérick \o/ HEHAEAHAHAHHAEHAAEH cê voltou aqui mesmo ;P

Tati disse...

Muito bom!!! hahahahahha
Eram 5... sobraram 4... to fazendo as contas aqui pra entender quem sobrou, quem se arranjou e quem se desarranjou oO


"Bate, bate, bate, coração
Dentro desse velho peito
Você já está acostumado
A ser maltratado, a não ter direitos
Bate, bate, bate, coração
Não ligue, deixe quem quiser falar, ah!
Porque o que se leva dessa vida, coração
É o amor que a gente tem pra dar, oi!"

Pri disse...

ahahahahahahahah

mto bom!
recém fui ver =P
Adorei!!!

"a outra volta de sua ficada, e restam nós quatro e os dois carinhas na festa."

quem será?!!
ihuhihuhihuhiuhihuhuh

Pri disse...

"E rolou também de duas quase pegarem o mesmo cara, né!?
Amigas são para isso =P"

isso foi no início, uma brincadeirinha... pq eu não divido!!!
ihuhihuhihuhihuhihuhiuhiuh

Pri Bartell disse...

kkkkkkkkkkkkkkk
mto bom ler isso, relembrar o passado, to rindo... ahahahahaha